No sítio assisti minha irmãzinha e sua amiga

Um conto erótico de Igor
Categoria: Heterossexual
Data: 06/04/2006 18:48:26
Nota 0.00
Assuntos: Heterossexual

Me chamo Eduardo, tenho 26 anos, 1,71m, 70kg, sou branco, cabelo preto curto, corpo bem formado, moro em uma cidadezinha do interior da Bahia, moro eu e minha irmã Giovanna, 16 anos, 1,63m, 55kg, branca, cabelo castanho longo, olhos azuis, linda! Quase todos os finais de semana vamos pro sítio do meu pai descansar. Certo fim de semana fomos eu, a Giovanna e uma amiga dela (Bianca). A Bianca é uma morena, cabelo cacheado, 1,70m , boca carnuda e umas pernas de deixar qualquer um louco, é amiga da minha irmã desde criança. Fomos de ônibus, chegando lá no sítio por volta das 17hs, nossos pais estavam nos esperando. Foi aquela alegria. Rapidamente nos cumprimentamos e eu fui pro meu quarto deixar a minha mochila, as meninas se alojaram no quarto da Vaninha (como chamo a minha irmã) ao lado do que eu fiquei. Enquanto eu só de short, sem camisa, fiquei na varanda da casa conversando com os velhos, as meninas foram tomar banho. Eu também iria tomar banho mas fiquei esperando elas saírem! Sou um cara que fico muito excitado só de imaginar duas gatas transando na minha frente, e quando as duas entraram no banheiro, fiquei pensando se elas.... deixei passar o pensamento pois a minha irmãzinha tem namorado e nunca demonstrou gostar de meninas, a não ser boas amizades, como o caso da Bianca com ela. De qualquer modo elas demoraram quase uma hora no banheiro e eu não deixei de imaginar novamente a possibilidade de as duas estarem fazendo alguma coisa. Após elas saírem do banheiro foi a minha vez de entrar pra tomar banho. Entrei e fui procurando algo que pudesse me fazer crer no que eu pensei. Não encontrei nada, quando de repente noto no canto do banheiro as duas calcinhas delas jogadas no chão. Nunca senti tesão na minha irmã, pois nós temos um relacionamento muito saudável e nunca imaginei ela como outra coisa a não ser minha maninha caçula, mas aquela cena me deixou excitado pegando as calcinhas notei que estavam bem úmidas. Isso não significava prova, mas pra mim foi o suficiente para sentar no vaso e tocar uma punheta demorada e gostosa, ora esfregando a calcinha da Vaninha, ora esfregando a calcinha da Bianca, nossa gozei de uma forma que nunca tinha me acontecido na vida. Ao sair do banho, o dia já tinha ido embora e a noite chegava. Notei as duas gatinhas na varanda da casa conversando com os velhos. A minha irmã vestia uma saia jeans curtinha e um top, enquanto a Bianca com um shortinho muito curto e uma blusinha leve por cima. Ficamos ali na varanda por um tempo, enquanto a minha mãe fazia a janta para nós, eu observava a Bianca que estava sentada bem na minha frente, aquele monte meio inchado que estava coberto pelo seu micro short me deixou muito excitado e curioso, acabei não desgrudando os olhos da Bia, até que a Dona Elza chamou-nos para a refeição. Após a refeição ficamos na varanda batendo papo até mais tarde. Embora já tenha instalado energia na nossa casa, meu pai ainda não tinha instalado a TV, e tivemos que ficar ali fora conversando, nossos pais foram dormir e ficamos os três conversando. A Vaninha disse que estava cansada e que iria deitar, levantou-se e chamou a Bianca pra ir também, eu disse que poderiam ir, que eu ficaria ali até um pouco mais tarde, pois tava gostoso o ventinho fresco ai fora. Elas entraram no quarto e eu só ouvi a tranca da porta. Poxa! Imaginei... ela trancou a porta. Aquilo me atiçou mais a idéia, primeiro a demora no banheiro, depois as duas calcinhas meladas e jogadas juntas no canto do banheiro, agora a porta trancada? Tudo bem, podia até ser coincidência, mas eu queria acreditar que não era. Nesse ponto já nem lembrava que a Vaninha era a minha irmãzinha caçula. Fiquei meio decepcionado porque a porta estava trancada e eu não poderia comprovar. Daí cheguei perto da porta e pelo buraco da fechadura tentei ver alguma coisa, pude perceber que o quarto não estava tão escuro, mas a claridade não era a luz do quarto. Aí lembrei que como as janelas dos quartos dão pra um quintal fechado, às vezes dormimos com as janelas abertas, e como estava bastante calor naquela noite, elas deixaram a janela aberta. Saí pela porta da frente, dei a volta pela casa até chegar nos fundos, pulei o muro bem devagarinho pra não fazer barulho, Fui andando até chegar perto do quarto da Vaninha, que felicidade quando vi que a janela estava aberta, fui encostando e quando já estava pertinho notei barulho no quarto dela, eu sabia que elas não estavam dormindo. Quando me aproximei da janela vi uma cena que quase me fez cair estatelado no chão. A Vaninha estava deitada com as pernas bem abertas e por cima dela a Bianca lhe dava um beijo cheio de tesão. Deu pra ver que os seios se encontraram e se apertavam,enquanto a Bianca passou uma perna pela perna da Bianca cruzando as pernas, fazendo com que as bucetas se roçassem. Elas estavam tão entretidas na brincadeira que não me observaram na pontinha da janela. A Bianca começou a morder o pescocinho da minha irmã e foi descendo até encontrar os peitinhos da Vaninha, branquinhos, durinhos, ela passou levemente a língua nos biquinhos e foi descendo até chegar na xotinha da minha mana, começou a lamber vagarosamente até que a Vaninha apertou a cabeça da amiga contra a sua xota e gemendo falava que estava gozando. Aquilo me deixou numa situação inimaginável, com a pica na mão eu batia uma punheta vagarosa e tesuda observando a cena. Preferi não intervir pois aquilo me excitava de mais, só de ver eu já estava quase gozando. Agora foi a vez da Bianca ficar de quatro em cima da cama, e a Vaninha foi por trás dela e começou a lamber aquela xotona peluda da amiga. Aquilo pra mim foi de mais a Bianca pedia mais, pediu pra Vaninha enfiar um dedo na sua xota, ela enfiou um, depois dois, depois três, a Bianca não resistiu e gozou feito louca nos dedos da minha irmã, quase que instataneamente e fiquei completamente melado ao gozar vendo aquela cena. Então ela se virou e abraçou a Vaninha e voltaram a se beijar e se amassar na cama. De repente a Vaninha pediu pra Bianca fechar a janela, pois tava começando a esfriar, me deu um calafrio mas eu consegui me esconder a tempo e ela fechou a janela. Porém pra mim foi maravilhoso, ela fechou a janela tarde de mais, tempo o suficiente pra eu ver a minha irmãzinha caçula, que trato como uma criancinha ainda fuder gostoso com sua melhor amiga, a Bianca, que já foi motivo de tantas punhetas minhas, desde quando tinha 11 ou 12 anos. Voltei pra dentro da casa, e ao chegar no quarto fiquei imaginando aquela cena que eu tinha visto. Acabei adormecendo com a certeza que no dia seguinte eu iria fazer alguma coisa pra participar daquela festaEsse fim de semana me trouxe tanta aventura que vou contando aos poucos pra vocês amigos! Aguarde o restante da história.....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


Priscila soca vibrado na bucetagostosas chupando barman na festasogra gostosa de cabelos crespos fudendo com amigo do genrocoloquei o dedão n cuzinho d minha netinha contos eroticoscacetudomonstrogalson come a vagabunda no bar enquanto conversa com amiga pornomulher passar margarina ela pelada e no cu bem gostosovideo porno denovinha enfrento pau grandewww.xvideo penis realístico 18x4sou mulher vou confesa que que dormia com meu primo e dei pra ele quando senti que ele tava de pau duro e eu logo mi exciteicoroasnlobanhoscontos na despedida de solteira dei pro negao bem dotadotitia fico peladona e deixou eu esfregar o pau no bundao dela ai nao teve jeito e fudi o cuzinho dela xnxxContos eroticos fui bolinada no cinemaxvidiocasada se fudeu na camapai picudo comendo filha em Belémmulher caga incontrolavelmente no sexoomem mesturbano deitado de brusograciliana mulher do belo fudendo xvideosFudendo a intiada novinha d shortinhaarrumei um macho bem r***** pra f**** o c****** do meu marido contos gaycontospornoeuqueroconto erotico gay playboy e o plebeucomo fuder a primeira vez com o amantudosarrando a bundinha da minha filinhadando a boceta pro namoradoprimeira vez novocontos erticos lufercontos de homens casados e suas escapulidasmulher transando com convidado do marido por baixo da mesafilme de sexo amador na Claudinha dei o c* virgem e gritou de dortemto core mais eu pegeibrasilera xvideovídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoXVídeos mulher barriguda metralhandocontos eroticos rapidinha com sobrinhovideo porno amor virei corno que deliciameu genro deixa minhas calcinhas encharcadas de porraloira.bunduda.vestido.coladofazendo.amorbuceta gostosa mulhe gosano grilo gradecunhadinha dando de shortinho bem curtinho São Paulo com a cunhada Patrícia de mim gostosinhocliente fica de p******* e depiladora Bate uma p****** contos eróticoscomendo a sobrinha de 13 aninho conto eroticosconto dando o cu no batalhao de policiaGTA da mulher de calcinha o ventilador homem pelado homem pelado homem pelado homem pelado homem peladocontos eroticos com fotos madrinhas coroas com novinhos roludosxvıdeo novınha gozando muıtowww.conto estorico de geydando pro garçom no banheiro ponodoidobaixar xxxxvideosmulher traindoO doce nas suas veias - (Capitulo 13)-zdorovsreda.rungatadas anais zofilia contoscorpao cross friksmeu genro me fodeu sexo fiocado pairelato meu enteado me comeu gostosocabalo na calor zoofiliaXVídeos marido Chapado e o amigo aproveito na festamulequinhos pica cabecuda pornocontos eróticos negão coroa comendo o cuzinho de menino virgempai pega filha dormindo dando um monte de ponbada nelakaon contosfotos copinhos e peitinhos e bucetinhas das mulheres de todo mundavideo casero de mulhr cassda ssfschupando ate engasga tiaprima de pijaminha curtinho vai dormi com o primo mais novo e fuderampegeuei a sogra velha ia mulher pegonovinhas sendo a********* por monstros de Picão contos eróticosConto erotico estou louca pela picona do meu cunhadoxvideo fudeludades sentembroVidios Porno tio aproveito que esta sozinho comeu a sobrinha safadanada brincando com o pau do cunhado excluída do marido pornôcontos eroticos a amiga da minha irma rabudaobesa da virilha toda assada pornôvideos porno varias duas amigas cagando juntas fala meu fioSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhamenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasmano nao me tente incesto contosgemeas identicas dando a bucetinha pra um taradinho