Meu cunhao

Um conto erótico de mcpublicidade
Categoria: Heterossexual
Data: 30/04/2008 16:25:08
Nota 10.00

Meu cunhado

Eu já estava, cansada de morar no sul, pois estava recebendo pouco, com saudades da minha família em São Paulo, e chateada com meu namorado que não tomava atitude nenhuma e fazia tudo o que a mãe queria. Mesmo morando sozinha, trabalhando e namorando, resolvi no final do ano, ir embora para Sampa.Foi um baque geral. Acabar 4 anos de namoro. Enfrentei e voltei.

Quero deixar claro que sou uma mulher com quase 30 anos, 1,78,solteira, seios pequenos, quadris largos, com lente e branca, tipo européia.às vezes isso é um problemas pois , os meus namorados precisam ter uma boa altura.

Voltei para Sampa, fui morar com minha irmã, meu cunhado e seus filhos.Tenho uma outra irmã, um ano mais velha, com 2 filhas, e um marido baixinho, tipo latino, sério, baixinho, tímido, super discreto, responsável e bonito. Nunca pensei em ter nada com meus cunhados, até porque nunca passou pela minha cabeça algo com eles.Pois muitas pessoas pensam em falta de respeito, pensam que é absurdo, pensam em traição, pensam em um monte de besteiras inventadas para nos podar, falando em pecado, imoral etc.

Acontece que com esta minha volta as coisas precisavam ser diferentes. Eu precisava arrumar de novo minha vida, arrumar um emprego, namorar, me arrumar, pois a idade vai chegando. Depois de quatro meses só com namoricos, ficantes eu estava me sentindo solitária, mesmo com orkut, msn, celular. O que eu precisava era de um carinho, um cheiro, uma chupada daquelas, uma mamada daquelas, uma noite sentindo algo na minha bucetinha. Queria um pau, pois já fazia quatro meses sem nada. Apenas usando minha mão, meus dedos e outros brinquedinhos. Não dava mais, estava ficando louca.

Comecei a pensar nas possibilidades e como poderia apagar meu fogo que crescia a cada dia. Comecei a ler alguns contos na Internet, comecei a ver alguns vídeos, e isso só foi me deixando mais louca, e cada vez mais molhada. Sentia minha buceta se espremer, apertar e muito molhada.Eu estava ficando louca para ter um pau.

Pensei em todas as possibilidades e só me restou o meu cunhadinho, mas como eu ia fazer para seduzi-lo? Essa já era uma tara a muito tempo. Fazer amor com um homem mais velho. Mas e se ele contasse algo para minha irmã? Não queria que nada atrapalhasse o casamento deles. Mas e se ele me recusasse? Será que valeria à pena? Teria que tentar para ver. Me faltava coragem. E se ele falasse para minha irmã? Isso não aconteceria , pois sua discrição era fora do normal. Naquela noite fiquei super excitada, molhada, só de pensar na possibilidade e na hora do banho, toquei aquela siririca lembrando dele ,e sussurando seu nome. Eu só podia estar louca.Louca de tesão.

Meu cunhado sempre entrava no msn. E esse seria o plano: assim que ele entrasse, diria que queria conversar com ele, na hora do almoço, e pediria que viesse pois estava precisando muito. Dito e feito. Meu cunhado entrou no msn, e eu estava trêmula, estava nervosa e excitada, pois poderia ter aquele homem comigo, bastava pedir que viesse. Tomei coragem e pedi que ele viesse até mim na hora do almoço, pois era urgente. Ele queria que eu adiantasse o assunto, mas eu disse que preferia falar pessoalmente. Eu estava excitada demais, quase falando a verdade, porque queria ele demais, muito mesmo. Nossa eu estava parecendo uma puta que quer meter, meter e meter.

Fiquei muito ansiosa, de manhã até o almoço. Tomei banho. Cortei os cabelinhos do meu grelo, rapei de lado , deixando só um tufo no monte de Vênus. Me perfumei, coloquei uma calcinha minúscula de renda, um sutien de renda, e fiquei esperando aquele macho.Com as janelas fechadas e portas fechadas, afinal não tinha ninguém em casa mesmo.E meu plano seria perfeito.

Homem é tudo previsível. Lá estava ele no horário do almoço batendo na porta. Abri e de imediato percebi seu rosto preocupado comigo. Ele perguntou o que era e eu engasguei. Fui em direção ao quarto do meu sobrinho e ele veio atrás. Em seguida me virei e antes que uma palavra pudesse surgir, me abaixei e dei-lhe um beijo. Ele meio sem jeito aos poucos foi correspondendo. Peguei sua mão e coloquei nos meus seios e ele entendeu o que eu queria. Foi me beijando com sofreguidão, muito guloso e me alisando os seios, bumbum, braços, uma loucura. Senti seu pau duro como ferro na minha coxa. Eu tinha que me abaixar para beijá-lo, mas como beija bem esse meu cunhado. Hum, às vezes só de pensar quero de novo.

Bem, fomos andando em direção à cama. Me sentei e ele foi me beijando.Nunca me imaginei sendo beijado pelo meu cunhado, e o safado me beijava com um tesão louco, queria minha língua toda hora e forçava seu pau na minha perna. Eu estava louca de tesão e com a minha buceta toda molhada. Nunca fiquei tão molhada como aquele dia. Meu cunhado sem dizer uma palavra foi beijando e fazendo me deitar na cama, em seguida beijou por cima da minha blusa, levantou-a e beijou minha barriga, descendo até o umbigo e enfiando a língua. Em seguida começou a acariciar minha buceta, por cima da calça.

Eu de olhos fechados , simplesmente sentido aquele bafo quente sobre minha xana. Ele abriu minha calça e foi colocando o dedo , senti que ele estava quente. Ele fez um pequeno esforço e com minha ajuda foi tirando minha calça com cuidado, sem tirar a calcinha. Ao abri os olhos vi que ele estava admirando minha calcinha. Sem esperar colocou a calcinha de lado e começou a chupar minha buceta. Nossa aquilo era demais. Nunca senti tanto prazer na vida. Meu cunhado sabia como fazer as coisas. Promeiro ele lambia de leve meu grelo, depois forçava um pouquinho como querendo enfiar toda a língua, depois mordiscava, depois passava a língua em curvas, e em circulos. E dizia que minha xana era macia, bonita e cheirosa...hum que delícia de língua. Após alguns movimentos gozei e segurei-o pela cabeça forçando ainda mais, querendo algo dentro de mim.

Ele sem cerimônia foi abrindo o ziper e eu pude ver o pau moreno e grande daquele baixinho. Seu pau era duro como ferro, e perfeito, com um glande proporcional. Senti uma enorme vontade de enfiá-lo na boca e mostrar como sabia chupar, e fazer um cara gozar, mas achei melhor me comportar, pois senão ele iria me achar muito puta.

Ele pegou minha mão e fez eu segurar o seu caralho, dizendo baixinho no meu ouvido: Aproveita! Enfia tudo. Goza no meu pau! Aquilo me deixou excitadíssima.

Peguei no seu caralho e começei a passar na minha xana inchada, melada e sedenta. Esfreguei a glande no meu grelo, e ele ao mesmo tempo tirou meus seios e começou a chupar. Era um duplo prazer e eu não estava agüentando mais e anunciei que iria gozar. Agarrei ele com força e o prendi.Gozei, gozei e gozei. Ele aproveitou a deixa e enfiou tudo de uma vez. Nnca senti tanto tesão na minha vida. Fazer amor com meu cunhado, algo aparentemente imoral, ilegal e com tanto prazer. Se soubesse que ele era tão gostoso assim teria investido a mais tempo.

Meu cunhadinho começou a estocar devagar. Seu pauzão entrava com muita facilidade na minha xana molhada.Eu sentia seu corpo sobre o meu e às vezes dava uma olhada disfarçadamente e via aquela tora morena na minha bucetinha branca. Ele foi aumentando as estocadas. Às vezes dava uma gemida profunda como se estivesse no paraíso.Parava e ia devagar, depois ia rápido e não deu para eu segurar e gozei de novo, remexendo a cabeça e perdendo os sentidos. Minha vontade era gritar, era gemer e dizer: Enfia, enfia...mete, mete meu gostoso, porque era a mais pura verdade.

Ele me pediu para ficar de quatro, mas não dava, pois como era mais alta ficava escapando, então deitei de costas e meu cunhado, ficou alisando meu bumbum. Beijou, alisou, enfiou o dedo na minha buceta, elogiou meu grelo e sua maciez, dizendo que nunca comera buceta tão cheirosa e gostosa. Pedi que ele me comesse assim de costas. Ele subiu em mim , como se sobe numa égua. Senti seu volume entrando de novo.Eu sentia suas bolas batendo na minha bunda e aquele barulho gostoso de quando estamos metendo.Hum que homem delicioso, nunca imaginei isso. Que sentiria tanto prazer com um homem mais baixo que eu.

Ele pediu para eu sentar em seu pau. Fiquei com um pouco de vergonha, pois ele iria me ver, ver minhas expressões. Mas obedeci. Ele deitou com aquele pauzão apontado pro teto, e eu subi nele e comecei a cavalgar. Era demais. Aquele corpinho dono de um monumento.Fecei os olhos e Rebolei, rebolei como uma cadela, e sentia seu pau no meu grelo. Sentia suas mãos na minha carne, suas mão na minha bunda, apertando meu quadril, me chamando de gostosa, de safada, de deliciosa. Depois de muito cavalgar senti que ele ia gozar. Abaixei e o beijei, senti o aperto mais forte de suas mãos. Ele tinha gozado na minha buceta, e eu gozado junto.

Ficamos fazendoamor por quase uma hora. Nunca pensei que um homem pudesse resistir a tanto tempo. Ao todo gozei mais de quatro vezes, coisa que a muito tempo não fazia.No final ele me chamou apenas de louca. Me deu um abraço e disse que isso seria nosso segredinho. Concordei, afinal era tudo que eu queria.

Um homem lindo, carinhoso, de confiança, discreto alé de ser gostoso e me levar às alturas.

Às vezes vou na casa dele , nos olhamos, e fico pensando quando será nossa próxima vez. Ele me recebe como se nada tivesse acontecido, educado como sempre, atencioso como sempre. E olho para minha irmã e penso: - Que sortuda, casou com um homem desses, bom pai, bom amante, metedor, sabe fazer uma mulher gozar. E dou um sorriso imaginando : Ah ! Se ela soubesse que já provei desta fruta saborosa e não vejo a hora de repetir a dose.

Pena que muita gente tem a mente fechada e não aproveitam os cunhadinhos assim como eu. Divirta-se

Sabrina.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/05/2008 14:23:26
me add, ok? bjos
01/05/2008 13:20:57
Ola..isso é pra provar as garotas que só pensam que caras altos oferecem prazer!Sou baixo mas nunca reclamaram do meu desempenho,muito pelo contrario,pediram mais!(^-^)
30/04/2008 19:47:37
sabrina, vc é mulher de verdade, gosta da coisa. gostaria de fazer com minha cunhadinha o que o baixinho fez consigo. o conto é gostoso e muito bem construído. valeu!

Online porn video at mobile phone


novinhas.abrir.buzentafurou o bico da camisinha enquanto o viado nao via xvideossafada se solta no swing contoscontos eroticos meu pai contratou uma empregada domestica teavestis e nao sabiavideos de zoofilia mulher tarada por um jumento desmarcadocontos eiroticos leilapornmulheres gostosas fazendo garganta profunda com penis muito grandes e enfindo todo na sua guela e ele vai e gozacontos eroticos minha cunhada nao era nada do que eu imaginava.conto erotico malu marretacomi a minha tia pela primeira veznovinha com uma trena pra medi u pau di garoto vídeo de sexocontos sobre chantagiei minha tia e q comiasxxxxxcomconto etotico patroa e empregada bixesual e seu esposolinda loirinha chorando no pau do cara e gemendo muito querendo mudar fundo maluquinhaContos mendiga pornocontos de incesto brincarfotos padrasto come cu da emteada pau gigantex pono de bundas arotando galaporno no cinema cine operapatricinha do olho azul vai perder virgindade com irmao e fica cheia de frescura e chorando com dor video pornohistorinha coxuda novinha peladinhaContos eroticos convenci minha amiga a tranzar e gozei dentromenina brincando de esconde-esconde dando seu cuzinhofilme porno brasileiro pai mostra para filha seu pau monstro e ela se assustagrêlinhos lindosContos pornos-fodi a mendigaVc e feinha buceta tua nao quero nem teu cu mem teu seio nada de voce me interessa Meninas espacate frontal xvideosgostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosforçada a engolir a rola cornos contos gaysmulher pelada ao fundo som de colerinhaveterinaria zoofilia conto eroticox videos porno tranquei novinha no quarto e estrupei ela aforasaXvideo ninazinhaEcoxadinha na novinha ela gostandoconto erotico de neto vai morar com a vovó e mete nelacontos de maridos q gostam d ser corno e levam pirocudos pra comerem sua mulher em ksaDeixei minha muher dar pra outroxvidio mulher com dedo na buceta chamando jairointiadinha so vestidinho limpondo casa pornocomendo a mamae por engano em contos contos picantes de amor gayscumendo o cuzinho da sua enteada noivinha em xvidios caseirocontos erotico de puta transando com o vovochantageando minha irmanzinha de 14 aninho depois meti na sua bucetinha ate enxer de porraenfermeira tarada fudendo com seu pascientecontos eróticos intiada gravidafirme porno irma rabuda bate uma ciriri irma pgaMeu marido é um corno e viado do primo delefode violento o cu da vo gorda humilhandovirgemcasadoscontosMaguinha du cabelo rroxo xvideosencontrar casadafonePorhb vovo porfavor nao fasa iso eu ainda sou mocinha eu nao quero contos eroticoscasadoscontos-helgacontos erotico carona menininha pequenininhacontos eiroticos leilapornver só putinho brasilero se cumendo gemendo muintoPadrasto de pau grade e grosso fundado a etiadagostosa vou catucar sua bobaExércitovidioFudendo a rackeiracolo no cu comfoça e chorouele a enrabala e ela a cagar.se pornosalva vidas sarado troca troca contosgaysda irmã Cecília de carinha de anjo chupando rolaconto erotico provoquei meu sobrinhopau groso egosano ebonitoxvideo pai comedo subria biba pequena novinhacontos eroticos comendo a sobrinhacontos eiroticos leilapornpornotiagostosasrelato erotico cheirei a calcinha gozadaconto erotico:fui sequestrada e enfiavam consolo em mimadvogada enrabada pelo presidiário contos eroticos fotos bi roludo fodendo cu boyzinhoviu a becetaa da mamãe sen qerer eficou com tesão e meteu a pica porno vídeover fitis de mulheres dando a buceta encostadas na mesa. de vestido curtoestupro esposa contos eroticosvideo cooelho mamano no homemm zoofiliaXsvideos patroa levando surra de cinta nuabucetao entupido de cebolacontos picantes de amor gayscomo me tornei travesti contocontos eroticos maduras gosto de homens tarados e de piça gg xvideo de gordinha praguinhairmalouca pra perdero cabaco pro irmargarota fico engatata com cao pausdo no cucontos eiroticos leilapornxvidos pono pai penga fila dominhoo dia que conheci o glory role contocontos eroticos estuprada pelo garicassetudos cafucuconto erótico Já passava das quatro da manhã quando voltei pra casa usando aquele baby doll, cheirando a sexo,suor e porra. Somente meu marido dormia naquela casa. Meu filho, Daniel, com dezoito anos me esperava na porta de casa com o celular na mão e as três fotos que Marcelo havia mandando para ele. Antes que meu filho abrisse a boca eu sorri para ele, olhei no fundo dos seus olhos e falei calmamente:www.tufos gostosa tomando banho no muro de fiu dentalconto erotico mae no cioxvideo vih foto da buceta da minha e comi elacontos de encoxadas em mulheres evangelicas nos transportes publicoscontos corno manso inedito