O INICIO DE UMA CROSS DRESSER COM HOMEM

Um conto erótico de Paula
Categoria: Homossexual
Data: 30/06/2016 11:49:05
Nota 9.00

O INICIO DE UMA CROSS DRESSER COM HOMEM

Sou profissional liberal, viajava constantemente para o interior de São Paulo, numa destas vezes, me hospedei em um hotel em Campinas, de boa qualidade, e antes do jantar estava sentado em um sofá, lendo o jornal a espera do horário do jantar, e a meu lado vi um senhor muito simpático, devia ter uns cinqüenta anos, alto muito bem vestido, e pediu uma parte do jornal para ler, eu gentilmente entreguei e comentei as barbaridades da política nacional, ai ele iniciou uma agradável conversa sobre tudo, e acabamos ficando amigos, me convidou para jantar com ele, eu aceitei e fomos à procura de um restaurante que segundo ele era ótimo, especialista em peixes e frutos do mar, etc. Chegando pedimos um bom vinho e ficamos conversando sobre tudo, até que ele diz, vc é gay? eu disse não, mas não tenho nada contra, ele diz vc é uma perfeita fêmea, já lhe falaram isso, eu disse não, me acho ate macho demais, ele diz talvez com mulheres, mas eu sei que vc adoraria ser mulher não é, eu disse de onde o senhor esta tirando estas idéias, ele disse no seu jeito de ser, sua delicadeza feminina é latente, e tenho certeza que gosta de ver lingeries e até já usou é ou não, não precisa ter vergonha, é só admitir, não estou lhe pedindo nada, não é mesmo. (vou falar quem sou eu, tenho 1,70 alt. Peso 80 quilos, moreno, cabelos pretos compridos usava rabo de cavalo,meu corpo quase não tem pelos e eu me depilo, tenho seios médios, adoro me vestir de mulher na intimidade, sou cross-dresser por prazer de me produzir).

Fiquei sem palavras, pois sempre uso lingeries durante minhas viagens, mas isso é uma tara minha, intima, nunca pensei em deixar alguém me ver assim, ou pensar em sexo, o meu desejo sempre foi intimo e me sinto bem dormindo de camisola ou baby doll, sempre de lingerie, e no momento que estávamos jantando eu estava com uma calcinha linda, toda preta de renda, e acho que fiquei vermelho, e ele notou e disse, acertei não foi, sabe vc de menina deve ser linda, com estes cabelos longos e negros, olhos escuros marotos, boca com lábios grossos e deliciosos, dentes lindos, vc tem tudo para ser uma fêmea linda e gostosa,e ainda disse obrigado por não negar. Eu fiquei calada, pois não sabia o que dizer, e ele vc gostaria de mudar de nome de Paulo para Paula Ferraz não é verdade, eu gaguejando disse, sim somente na intimidade. Pegando em minhas mãos, acariciou e beijou-as e disse vc é muito linda Paula, terminamos o jantar, ele fez questão de pagar a conta, e disse na intimidade vc é a mulher aqui, portanto a conta é minha. Fomos para o hotel, chegando eu disse vou subir, ele falou não quer ir conhecer a minha suíte eu disse fica para outra hora, boa noite, ele aproximou-se e beijou minhas mãos e puxando beijou meu rosto beijando minha boca e disse durma bem, se puder pensa em mim, eu disse tubo bem Sr. Roberto, reclamando ele falou pelo menos apenas Roberto ok, Paula, eu sorri e disse até amanhã Roberto, ainda o ouvi dizendo espero vc para o café da manhã Paula, eu com um sorriso disse tudo bem Roberto.

Quando entrei no quarto não me continha de ansiedade, como o Roberto tinha percebido a minha tara, o meu desejo de me vestir de mulher, sou cross-dresser na intimidade, mas ninguém nunca soube ou percebeu isso, trata-se de coisa da minha imaginação de meu sonho, de meu desejo, minha família jamais percebeu este desejo oculto, e jamais iria demonstrar isso para um quase estranho, e agora o Roberto, somente me olhando tinha descoberto tudo, e vou ter de enfrentar isso, pois todas as vezes que cruzar com ele aqui em Campinas estará sendo cortejada, a Paula cortejada por um homem, másculo, bonito, sexy, perfumado e gostoso, era o meu sonho de consumo, mas tenho medo o que fazer? No outro dia logo pela manha me arrumei, depilei tudo pernas, cuzinho, peito, braços, etc. tomei um banho, me perfumei, passei hidratantes, coloquei uma calcinha deliciosa, somente não coloquei soutiens, pois estaria apenas de camisa social, e sei que ele não iria olhar meus peitinhos grandinhos e gostosos, pois são pontudos, principalmente quando estou com tesão, o pior é que eu estava com muito tesão, portanto o biquinhos estavam apontando para frente, bem duros e grandes, era o desejo escondido a tantos anos.ao chegar ao café ele gentilmente me puxou a cadeira para eu sentar, e disse baixinho Paula, sente-se pensei em vc a noite toda, quase ia bater na sua porta, mas vc não autorizou, resolvi esperar hoje para dizer que estou louco para conhecer esta mulher, que vive em vc a Paula linda e gostosa.eu estava de sapo ou melhor de homem, e estava com uma calça jeans bem justa, e uma camisa quase social, azul marinho, com os primeiros botões abertos, e calcinha fio dental preta, e estava morrendo de tesão e este homem, me cantando quase não resisti e ele após o café me convidou para sua suíte, e eu não tive como não aceitar, chegando ele estava apenas de bermudas e uma camiseta, tirou a camiseta, e ficou apenas de bermudas, ele tinha um corpo másculo, peludo, olhos claros e lindos, eu fiquei olhando seu peitoral ele disse com este calor não quer tirar a camisa Paula, eu meio sem jeito tirei e ele ficou louco olhando meus seios, e disse que maravilha de tetas Paula, vc não usa soutiens, eu disse que sim, mas como iria estar com vc não coloquei, ele falou posso por a mão neles, eu disse sim ele colocou as mãos e fiquei com muito tesão, ele se aproximou e beijou ora um ora outro e eu fiquei louca de vontade de quero mais, ele sem pedir colocou um dos seios na boca e chupou, ora um ora outro e fiquei louca de vontade de fazer sexo, meu pauzinho estava duro na calcinha, ele veio e soltou meu cinto da calça e abaixou com as mãos e viu minha calcinha preta, ficou olhando Extasiado, e disse que delicia Paula, é um Desperdício vc não se assumir como mulher, e perguntou vc é virgem como fêmea, eu disse sim Roberto, nunca ninguém chupou meus seios antes, e ninguém ainda me comeu o cuzinho, portanto virgem completamente, ele ficou louco e continuou lamber meus seios, e disse vc toma hormônios eu disse não, são assim mesmo, ele disse são deliciosos, parece de menina, quantos anos tem Paula eu disse e ele ficou boquiaberto por eu ainda não ser mulher, com esta idade e pediu posso beijar sua bunda amor, eu disse sim estou louca de tesão, veja meu pauzinho como esta, ele me virando tirou minha calcinha e lambeu minha bunda toda, e depois concentrou sua língua no orifício de meu cuzinho e disse. Paula querida o que preciso fazer para ter vc para mim, quero te seduzir, quero ser seu dono, quero te amar hoje e sempre, eu disse calma Roberto vamos devagar, se tiver que ser será e saindo de perto levantei a calcinha e coloquei no lugar e vesti minha calça jeans, e coloquei a camisa, ele ainda veio e acariciou minhas tetas, antes de eu abotoar a camisa, foi tudo tão lindo, tão romântico, eu estava adorando ser cortejado pelo Roberto, meu primeiro homem, e queria continuar, mas tinha de antes saber até onde iríamos eu e ele.

Assim disse a ele vou ter de trabalhar hoje Roberto, vc ainda estará aqui a noite, ele disse sim não vou embora, preciso falar com vc preciso te conquistar, quero vc para mim meu amor e fui trabalhar.Durante o dia todo pensava em Roberto e em minha condição de mulher para ele, e não conseguia chegar a nenhuma conclusão, estava interessada, mas nunca tinha pensado em ser mulher de um homem, e ainda casado, com família, mas não consegui fugir dele e a tarde já estava no hotel, quando estacionei o carro ele veio a meu encontro e disse Paula, pensei em vc o dia todo, vamos tomar algo no bar e vamos resolver como será nossa vida de hoje em diante, vc quer falar sobre isso eu disse sim Roberto, também estou interessadíssima em vc não sei o que farei, e nem como será, vez que vc é casado e tudo mais.

Sentamos e ele disse Paula, quero vc para minha mulher não somente para uma aventura mas para sempre, e disse não posso me separar de minha esposa e filhos, mas sou rico e posso manter vc onde e que cidade vc quiser, lhe darei tudo na vida, dinheiro, casa, roupas, empregadas e tudo mais, e vc me assume como seu dono. Eu disse espera primeiro não vou logo ao meu primeiro homem, assumir ser amante de um homem casado, e acredito que não seria leal nem para sua esposa saber que vc tem uma amante cross, ele disse sabe Paula, a anos que dormimos em camas separadas, não fazemos sexo, e nem sei se ainda vou conseguir fazer sexo com vc o que sinto não é tesão sexual é amor, é desejo, quero vc para mim, como mulher, mesmo sem sexo, estou apaixonado por vc, quero te amar e ser amado por vc.,me aceite Paula, eu disse aceitaria tentar algo assim, desde que sua esposa saiba e aprove, veja se ela não te quer não vai fazer diferença para ela vc ter alguém em uma cidade longe de onde vc mora.

Por enquanto seremos apenas namoradinhos, vou tentar me vestir de mulher para sairmos hoje a noite vc quer, ele disse é claro que quero Paula, eu disse vou me arrumar fazer unhas e procurar roupas de acordo com os locais que vc freqüenta, será que daria para chamar manicure e cabeleira na sua suíte amor, estarei de mulher, nem vão desconfiar que sou homem, ele disse mesmo que souberem amor, não temos de dar satisfação para ninguém eu disse, quero a satisfação de sua mulher, mãe de sua filha ok, e sorri.fui me banhar cuidei da minha pele e vesti um roupão, por cima da lingerie calcinha e soutiens, que parecia aumentar meus seios, e estava parecendo uma mulher, quando a cabeleira e manicure chegaram pedi um corte de cabelo mais feminino, pois tinha cabelos longos e negros até o ombro, e falei que podia cortar, deixei a gosto da profissional, a manicure disse que cor o esmalte eu escolhi um vermelho bem vivo, para contrastar com minha pele morena, o corte ficou ótimo, eu disse que na próxima semana queria que ela arrume novamente, ela ficou feliz, e após terminarem o serviço, fui pagar e disseram que era por conta do Dr. Roberto, não podiam aceitar nem gorjeta, ele já havia acertado tudo.olhei no espelho e me achei linda, cabelos, maquiagem bem leve,corpo bem cuidado e de um conjunto de lingerie azul marinho, meus seios ficaram empinados, a calcinha era divina com enfeites de renda. fui procurar roupas, escolhi uma camisa de cetim branco de botões, e um short bem apertado marcando minha bunda, azul marinho também. Achei que estava pronta para sair as ruas pela primeira vez com meu namorado, meu futuro macho. Logo que me viu ficou boquiaberto e disse vc esta lindíssima Paula, vamos a um jantar dançante, quero exibir vc para meus amigos, vão morrer de inveja diante de tanta beleza, eu perguntei seus amigos, conhecem sua mulher, ele disse sim, mas eu mesmo vou falar com ela, alguns estarão com suas esposas, e quero apresentar vc a elas também.

Ao chegar ao local, de braços dados com Roberto todos olhavam inclusive seus amigos e esposas, mas como um perfeito cavalheiro ele me apresentou a todos, e dançamos e quando fui ao toalete duas das esposas me acompanharam e foi somente perguntas, queriam saber quem eu era, como ele faria com sua mulher, se eu a conhecia, se era virgem etc e eu respondia a todas com sorrisos e delicadezas, havia combinado com ele como conduziríamos a apresentação, no final foi tudo perfeito, nos despedimos e fomos para o nosso hotel.Ao chegar fui abraçada e beijada, sentia sua língua lutando com a minha dentro de minha boca, fiquei louca de vontade de me entregar e ele com cuidado foi desabotoando os botões da minha camisa, depois soltou o cinto do meu short, me deixando somente de calcinha e soutiens, ficou olhando meu corpo, e tirou sua roupa toda, ficando pelado, ai me abraçou sempre me chupando e lambendo, e soltou o fecho do meu soutiens e beijava meus seios, eu estava morrendo de tesão, ai tirou minha calcinha, viu meu pau preso com adesivos e deixou assim, ai beijando minha boca, falou no meu ouvido, vou te fazer mulher Paula, eu disse faça o que quiser de mim meu macho querido, e ele chupou meu corpo todo me deitando de bruços, lambeu minhas costas e lambeu o rego de minha bunda, enfiando a língua no meu cuzinho deixando-o bem molhado, somente ai pegou um tubo de ky de suas coisas, e lambuzou meu cuzinho e seu pau, que tinha uns 18cms, bem grosso, e veio encostar o mesmo no buraco de meu cu, eu fiquei morrendo de tesão, e ele enfiou a ponta do pau, eu gemi, ele forçou um pouco, doeu muito, quando a cabeça entrou, mas pedi continua meu macho, complete seu serviço, e ele enfiou o pau centímetro por centímetro e eu gemia e chorava de dor, mas agüentei o pau todo no meu rabo, foi maravilhoso, ele foi muito cuidadoso e carinhoso e eu me senti sua mulher, até que senti sua porra encher meu reto e ele gemeu gozando, sentindo que tinha feito sua obrigação de me fazer sua mulher.

Ficamos deitados até seu pau sair sozinho do meu cuzinho, e ai ele me cobriu de beijos e ficou preocupado, para saber se tinha me machucado, pois viu que saiu sangue de meu cu, eu disse isso vai cicatrizar com certeza meu homem querido, vc foi maravilhoso, pena que amanhã cada um volta para sua rotina de vida, mas pelo menos terei na lembrança que fui feita mulher, por um homem maravilhoso e gentil, e disse obrigado meu macho.Ele disse nada disso amanhã vou para minha casa e vou acertar com minha mulher, dizer que tenho vc na minha vida e que vou manter vc e que ela tem duas escolhas ou aceita, ou nos divorciamos,e vou dizer a ele que vc me obrigou a falar com ela porque vc é honesta e não quer enganar ninguém. Passamos o restante da noite nos amando, beijando e acariciando um ao outro, foi a mais deliciosa lua de mel, que uma mulher pode desejar na vida.

Logo cedo nos despedi, eu continuei meu trabalho visitando cidades e ele foi para sua casa, falou com a mulher, que segundo ele chorou muito, mas disse que gostou de saber que ele tinha se envolvido com alguém honesta, e que um dia queria me conhecer, quando me falou por telefone, eu disse eu também vou gostar de conhecê-la, e nossa vida daí em diante foi sempre deliciosa, mas o restante, contarei em outra parte, se vcs. pedirem.

Paula

[email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/08/2016 23:20:42
continua por favor
07/07/2016 04:29:52
Amei muito sua historia e queria muito poder estrar no seu lugar Paula foi inpressionamte
07/07/2016 04:29:10
lindo conto Paulo amei muito e é realmente lindo queria viver algo assim amor...
06/07/2016 23:59:29
Lindo! Queria viver algo assim...
06/07/2016 07:58:36
Lindo continua pois amei seu conto ...

Online porn video at mobile phone


conto erotico gay sem saber eu fui feminizadosexo minha mulher me dando minha sogra de presenteesta italianinha novinha fode muinto porno gratischantagiu a irmã e gosa dentrocorneagem xvideos.comcontos eroticos certinha à putaxvideos entertidafiume porno garoto senti tezao pela crentinhamae fisurada pelo filho pornobia cordinha fudenoconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhohistoria de avosexo com.soblinhasomem nu pitudinerds gays conto eróticowww xvideos menina pega omém gradetia assusta ao ver sobrinho novinho pelado/contoseroticosvidios de sexiso mmulher com tocudoyotube tonzinho.46quero ver empregada de marquinha nos peitinho duro lavando roupa no pornodoidoxvideos sheila bordel novelaatrevida gozando com o cunhadoAliviando os funcionarios contos eróticoszofilia o Palzudo fudendo a Mulaxiriricas so com gatas turbinadasContos wroticos raspei a xoxota da minha enteasvania varetao de cu foracumendo afosa mae direitarassistir filmes pornô super excitastes crente safada contosso eu minha enteada metendocontos eroticos strip poker com minha namorada e cunhadaContosveridicos contados por novinhasMeu primo caralhudo fodeu os meus cabacinhosVideo ideas inclives que pode faser para fingi,que.ta comemdoWm vaipati toma nocucontos de mulheres sendo fudida com o marido do.lado em transportesvideo de porou dirano vigidade da namorada vedtidoas pantera tia viuva dando por seu subrinho e o cunhado pegacara safado de perma e sen cueca de pau duro provocando a cunhadacontos eróticos na famíliatio e sobrinhaContos mendiga pornoapica tatoda no cu da brasileira e ela pedi maisconto erotico filha novinha de chortinho curto postado no dia 22 02 2018marido .que gosta de ser corno xpirnconto erótico muitos orgasmos com lsdbaixinhas levando no cu ate cagaraceitei carona e tive q dar o cu contoscache:O6GiaR9Gb0sJ:zdorovsreda.ru/texto/20180120mulhers com roupas detigrinhasgosadasfui viajar com minha nora minha buceta ei cu delapornodoidocalçinhascontospornoeuqueriacontos eróticos cuzinho da mendigatentando meter com pinto inchadoMínhas filhas taradasContos erotico madrasta de biquini sem raspar o bucetao e o enteado hiper dotado fica doidowww. xvidius casal na vara de um amigo meu que eu mandei fude minha esposa na minha casanetinho gay no colo do vovonovinha bucetuda perdendo a virjidade .com namorado bem dotadoconto garotinho de sorte tranza com vizinhairma da pra irmao de causinha de lado e de bermuba e pretimhaconto erotico soquei um pau de borracha na minha esposa sem ela percebercontos eroticos de casadas mae e filha mae meu marido tem um pirocao imenso e grosso ele me deixa toda dolorida e deseja comer nos duas juntas voce aceita maesibrinhas vatendo punheta pros tiios ate eles gosaremxvideos Botando rola Pra Fora E sarrando bem gtzx vidios branqinha cabelopretofilho sentando bambu pornotirando a virgindade do c* da novinha de fidelidade arrumadinhopornô grátis só contos eróticos sogra cozinhameu genro quer comer meu cupai cheira a cueca do filho com gozovelho safado come o ccu da mulher ela chora xe dorquero dois paus me fodendo corninhocorno arma asanovinha contraída com a cabeça da pica lá dentroas cunhanda dodo pro cunhando