FUI SEDUZIDA POR MEU FILHO E ADOREI – O inicio

Um conto erótico de Paula
Categoria: Homossexual
Data: 10/06/2016 10:24:10
Nota 10.00
Assuntos: Incesto, Gay, Homossexual

FUI SEDUZIDA POR MEU FILHO E ADOREI – O inicio

Sou uma mulher bem casada com três filhos, morena clara, 1,65 de altura, cabelos com mechas louras, tenho 43 anos, pernas bem torneadas, bumbum grande e bem feito, seios médios para grande, me acham bonita, mas infelizmente não sou feliz sexualmente, pois meu marido, só pensa no trabalho, e raramente me procura, quando o faz, goza no papai e mamãe, vira e dorme não se preocupa se me satisfaço ou não? Não sabia como fazer para realizar fantasias, ser amada, possuída, com tesão, com vontade de me fazer gozar e não com egoísmo, pois sexo não é para um é para os dois se satisfazerem, tentei falar com meu marido, mas ele disse que isto era conversa de puta, para eu ficar na minha que era assim e pronto. Temos um casal de filhos casados que já não moram mais em nossa casa, apenas Paulo, reside em nossa casa é o mais novo esta fazendo, 19 anos, e sempre que me via chorando, tentava saber o que eu tinha, porque isso e coisa e tal, nunca me abri com ele, e dizia que era da idade, e mudava de assunto. O fato é que não estava mais agüentando esta vida de solidão.

Até que meu marido viajou a serviço e iria ficar duas semanas em Campo Grande, meu filho tinha terminado o namoro, pois algo não deu certo entre eles, em plenas férias escolares, e me disse mamãe vou ficar todas as noites em casa com a senhora, e vamos nos divertir ir a cinemas, teatros, jantar fora, e a Senhora vai melhorar este astral, eu disse filho vc tem sua vida terá de aproveitar e eu fico bem em casa, nem se preocupe comigo, mas logo na primeira noite ele chegou e disse mamãe, vou tomar banho e a senhora vai se arrumar e vamos sair para jantar fora hoje, guarda o jantar para amanhã, eu disse não filho, mas não adiantou, porém quando ele estava no banho pediu-me mãe me traga a toalha eu me esqueci de pegar, eu fui levar quando abri a porta vi meu filho no banho, (vou descrever meu filho Paulo, tem 1,75 alt. Pesa 80 kls. Morenos cabelos pretos, corpo de atleta, e ai reparei no seu pau, que coisa mais linda, pensou sua mulher será uma mulher feliz, é maior que do seu pai, tem mais ou menos uns 19 cm, grosso, mas reto com uma cabeça enorme, mesmo a meio pau, como estava.) entreguei a toalha e sai muito sem graça, pois o pau já não era o pau de meu filho que virá quando criança, pois até os 10 anos cuidava dele, banhos etc, depois ele passou a cuidar de si sozinho, como seu irmão, e nunca mais havia visto ele nu, não sabia como olhar para ele de vergonha, ai ele saiu somente de toalha na cintura, e disse mamãe vai se arrumar vai sair não disse, eu sem jeito fui me ajeitar um pouco e fui tomar meu banho, ele disse se esquecer a toalha vou ai levar e sorriu, e ele disse, mas seu corpo eu sei como é cada pedacinho dele. Voltei e perguntei como vc sabe, ele disse mamãe, eu sempre vivo olhando cada detalhe de seu delicioso corpo e sei cada parte, dele desde os seios, até suas pernas e sua bunda, uma parte vejo outras imagino, e acho tudo muito lindo, papai deve ser um homem feliz, eu disse não diga bobagens e saiba que seu pai não me olha há muitos anos, alias ninguém olha para mim. Ele disse se não olha é burro, pois eu olho e fico excitado somente de te ver e imaginar o que não consigo ver. Eu corri para meu banho e parei a conversa.

Quando fui me trocar escolher a roupa, pensei o que será que Paulo quis dizer sobre meu corpo, e sem entender porque fiquei excitada, e escolhi um conjunto de lingerie preto cintilante calcinha normal, para marcar a bunda, e coloquei um vestido tubinho bem apertado, bem decotado, onde meus seios apareciam o inicio, mas quando abaixava, aparecia todo o seio, olhei no espelho e me achei gostosa, queria sair assim com um homem apaixonado e não com meu filho, mas me maquiei bem forte, batom vermelha, e ajeitei meus cabelos coloquei um colar dourado, brincos grandes de argolas também dourado, e fiquei segundo meu modo de pensar bem gostosa, embora parecesse uma putinha. Meu filho quando me viu me abraçou e disse mãe a senhora esta um tesão de mulher, que deliciosa mulher vou sair hoje, pena não poder comer à senhora, eu fiquei vermelha e ele sorrindo disse, mãe é modo de dizer, e fomos ao passeio, jantamos e depois fomos dançar, e na pista de danças, onde somente tocava musicas românticas, ele me abraçou como um cavalheiro, e dançamos bem apertadinhos, eu estava morrendo de tesão de sentir o calor do corpo dele junto ao meu, sentia seu rosto no meu, e acabei ficando molhada de tesão, até que notei seu pau duro se esfregando na altura da minha buceta, e fiquei sem graça e pedi para parar ele disse não vamos esperar a musica terminar, e me beijando o rosto, continuamos e seu pau passava na altura de minha bucetinha, nossa eu estava molhadissima e não via como parar de me sentir excitada. Ele gentilmente me levou para nossa mesa e perguntou a Senhora Esta gostando do lugar eu disse sim filho, mas vamos embora, acredito que já nos divertimos, ele pediu mãe, vamos ficar mais algumas musicas depois iremos, e em outras danças, novamente senti seu pau se se encostando a mim, sem pensar em nada pensei, já que ele esta assim, e ninguém esta vendo vou aproveitar e correspondi a suas caricias, e ele fingindo que iria beijar meu rosto, deu-me um selinho, eu fiquei sem reação, e seu pau continuava me cutucar e eu não me afastava mais e deixava ele se aproveitar da minha bucetinha, por cima tinha o vestido e a calcinha, portanto sem perigo, ele estava com o pau cada vez maior, e mais abusado, deixei ele se esfregar ele disse mãe vou ter de ir ao banheiro e foi, me deixando sentada na mesa, molhadissima, e ele depois ficou sabendo que tinha ido se masturbar, continuamos dançar e já não sentia o pau me forçando, e pensei será que não esta mais com tesão, e apertava ele contra mim, senti sua mão puxando minha bunda para encontro dele, e eu o puxava para mim, estávamos como que fazendo sexo, dançando, mas o pinto dele começou aparecer novamente, e eu fiquei realizada, e depois disse acho que teremos de ir não é filho, ele disse sim mãe, infelizmente vamos ter de ir não é.

Quando chegamos a casa ele me pegando pelas mãos me puxou e me abraçou, eu me encostei com toda força meus seios nele, e ele gemeu e me beijou o pescoço e eu o dele, e quando passamos perto uma boca da outra senti seus lábios procurando os meus, e entreabri a boca e senti seu beijo molhado e delicioso, depois de alguns segundo, eu o empurrei e disse filho, vai dormir, eu também vou, e dei um beijo em seu rosto e fui para meu quarto, quando tirei meu vestido, vi que minha calcinha estava completamente ensopada de tanto gozo, e pensei vou ficar com ela para me lembrar do pau de meu filho excitado por mim, tirei o soutiens e deitei-me somente de calcinha molhada, ouvi uma batida na porta e meu filho disse mãe, me deixaeu dormir na sua cama, eu disse filho espera estou quase nua, ele disse não tem importância, eu disse espera filho e coloquei uma camisola por cima, e abri a porta, ele estava apenas de cuecas, e pediu mãe, a Senhora, vai ficar 15 dias dormindo sozinha me deixaeu ficar na sua cama, prometo ficar quietinho e não lhe atrapalhar. Disse não filho, melhor vc ficar na sua cama e eu na minha, ele insistiu e acabei autorizando, deitou-se a meu lado e fiquei deitados, eu disse, por favor, fique quieto, pois quero dormir logo, amanha tenho um dia cheio, e ele disse sim mãe, ai lembrei que estava com a calcinha molhada de tanto gozo que tive em nossa dança, e pensei, mas ele não vai nem chegar perto, mas o cheiro de prazer que sentirá talvez me denuncie, mas resolvi tentar dormir, quando virei para o lado direito o sentiele encostar atrás de mim, como se fosse dormir de conchinha, mas fiquei quieta, e fingi dormir, estava morrendo de tesão, mas como se era meu filho, e logo mais sentir seu pau duro entrar no meio das minhas pernas, e fiquei quieta, pensando ele é abusado, mas deixei e ele colocou as mãos na minha bucetinha por trás e ele percebeu o molhado da minha calcinha, e seu pau deu um pulo acho que de tesão, e o sentirele enfiando e tirando do meio das minhas pernas, me beijando o pescoço por trás, eu estava morrendo de vontade de me virar e me entregar a aquele filho tarado, mas como se era meu filho. E fingindo acordar acendi a luz e falei o que estava fazendo Ricardo meu filho, vc não pode fazer isso com sua mãe, e ele disse mãe, a senhora esta toda molhada de tanto gozar, confessa mãe, a senhora esta morrendo de vontade, eu disse não posso mentir, vamos conversar filho, seu pai não me procura e não me satisfaz, quando fazemos sexo é apenas papai e mamãe, e somente ele goza, sem beijos, sem carinhos sem nada, ai fica sem gozar por meses, e estou carente, hoje vc se encostando a mim, me deixou excitada, e molhei a calcinha, mas isso não quer dizer que vou deixar vc meu filho, fazer sexo em mim, e nem comigo. Ele disse agora ouça mamãe, eu sei que vc e papai vivem mau sexualmente há muito tempo, e eu morro de tesão pela senhora, e sei que a senhora vive chorando por ser honesta e não quer trair meu pai, apenas não tem coragem de pedir divorcio por causa de seus filhos, mas mãe, e Senhora é humana tem suas necessidades, então daqui para frente vou chamá-la apenas pelo nome Paula, e estou completamente apaixonado pela senhora, vivo escondido pelos cantos à espera de ver a Paula, sem roupas ou no banho ou se trocando, pois preciso disto e depois vou para meu quarto ou para o banheiro e me masturbo pensando na senhora, como fiz hoje na pista de dança, quando não agüentei mais fui ao banheiro me masturbar para me acalmar.

Assim, Paula quero ajudar a senhora a ser fêmea satisfeita e quero ser seu macho satisfeito, sem que ninguém saiba, apenas nos dois, por favor, Paula deixa eu te conquistar, se entregue a suas necessidades, e encontre o que precisa. Eu estava de camisola bem fina e bem curta, minha calcinha, estava aparecendo, pois a camisolinha era curtíssima, e ele olhando viu a umidade da calcinha e colocou a mão sobre aquela umidade deliciosa e me beijou a boca, enfiou a sua língua e ficamos brigando com nossas línguas e me entreguei aquele beijo, pois estava necessitando de ser desejada, de ser amada, de ser mulher, nos sentamos na cama e ele começou a acariciar meus seios e tirando minha camisola, foi chupando os bicos, e acariciando cada teta com uma mão e a boca na minha boca, eu estava entregue aquele macho delicioso, e a necessidade era tanta que gozei somente com caricias nos meus seios e sua boca na minha boca, gozei muito, o meu gozo pingava na minha calcinha e ele tirou me deixando nuazinha, e descendo com a boca chupou meu néctar e fez-me gozar em sua boca inúmeras vezes, coisa que nunca fiz antes, pois meu marido nunca havia chupado minha buceta, e secou minha bucetinha com sua boca, e me virou de bruços e chupou minhas costas, foi descendo e lambeu minha bunda e enfiou a língua no meu cuzinho, ainda virgem, pois meu marido achava que cuzinho só quem dava era puta, e ele lambia e chupava, eu gozei em sua boca, e quando chupava meu cu também gozei e fiquei fraca de tanto gozar, acho que foi o ápice dos prazeres que tive na vida, foi delicioso maravilhoso, mas eu disse seriamente, pronto filho vamos parar por aqui e me levantei fui ao banheiro tomei um banho quente, fiz um chá e me sentei no sofá da sala. Ele disse Paula não adianta fugir, se vc não quer divorcio do meu pai, se não pode sair por ai procurando homem, eu estou aqui e será um segredo somente de nos dois, por favor, Paula seja minha ao menos uma vez, eu adorei lamber e beijar, seu corpo, sua bucetinha e vc vibraram de prazer com isso, se entregue amor, eu disse Ricardo, me deixa pensar esta noite vai dormir na sua cama e amanhã no café falamos, e fui para meu quarto, fechei a porta morrendo de tesão e me deitei, masturbei minha bucetinha e gozei novamente pensando no pau de meu filho Ricardo.

No dia seguinte levantei logo cedo, tomei um delicioso banho sempre pensando naquele pau enorme de meu filho, coloquei uma calcinha fio dental, e joguei um vestido fininho floral por cima, ele é bem transparente, e fiz um café completo e levei a sua cama, e acordei-o e disse vamos tomar café aqui juntos vc quer, ele mais que depressa agradeceu e me disse mamãe, pensou no que lhe disse, eu falei pensei o tempo todo e ainda estou pensando, seria delicioso, mas vc é meu filho, já passou dos limites, dançando e depois aqui chupando minha buceta e meu cuzinho, meus seios, etc, vc não acha que já fomos longe demais, ele disse Paula, eu quero a mulher Paula e não apenas isso quer sempre te satisfazer, eu disse não aproveita suas férias e vai viajar eu financio, e arrumará varias garotas da sua idade e fará sexo a vontade, por favor, filho siga meu conselho, vai viajar. Paula vai passar as minhas férias de quinze dias sem papai aqui a seu lado, vc pelo que consta há muitos anos não gozava como gozou nestes dois dias, e vou continuar insistindo em fazer minha mulher, minha fêmea saciada e feliz. Ricardo não pode afinal sou sua mãe, e já fizemos coisas que nunca pensei em fazer com meu filho, obrigada por tudo, mas teremos de parar por aqui.

Sai do seu quarto e fui arrumar meu quarto, que ainda cheirava o gozo que tivera na noite anterior, ao pegar minha calcinha no cesto de roupas para lavar levei-a ao nariz e fiquei cheirando, e fiquei excitada, quando olhei meu filho estava somente de cuecas me abraçando por trás e disse minha querida venha vou te fazer feliz, eu me deixei conduzir e levou-me para minha cama, deitando-me e tirando meu vestido, eu fiquei apenas de calcinhas, ele me beijou a boca com bastantes carinhos, senti sua língua voraz, explorando cada canto de minha boca, e depois acariciando meus seios expostos, lambeu cada um deles e chupou havidamente eu senti um prazer enorme, e me entreguei aquele macho devorador, senti quando ele tirou minha calcinha e enfiando sua língua na bucetinha lambeu, chupou-me o grelinho, e eu pulando de prazer gozei na sua boca, e ele estava louco de tesão quando disse agora vou enfiar um pau de verdade na sua buceta, e abrindo minhas pernas, entrando no meio delas, colocou aquele monumento de pau, e foi enfiando a cabeça, o restante e eu gemia e chorava de tanto prazer, e sentia-me preenchida por aquele macho, completo me possuindo e sempre me beijando e acariciando cada pedaço de meu corpo, quando penetrou inteiro na buceta, esperou e me beijando perguntou quer que a foda, eu disse sim meu macho, e ele fudeu tirando e pondo, tirando e pondo, eu gemia, chorava, gritava de prazer, e pensava como sou feliz, como é bom ser desejada, até que senti o pau dele aumentar de grossura e uma quantidade enorme de porra alojar-se dentro de minha buceta, acho que desfaleci, pois ficamos quietos, esperando passar aquela onda de prazer, prazer que nunca antes eu tivera, enfim me sentia mulher. Ele depois de alguns minutos me beijando disse Paula gostou de se sentir amada e possuída, eu disse sim meu amor, ele disse ainda falta comer seu cuzinho, vc engolir toda minha porra, mas temos alguns dias para acontecer tudo isso minha deliciosa Paulinha.

À noite me convidou para sair, ir jantar em um restaurante chinês, eu fui e adorei tudo o local, o ambiente sofisticado, as comidas, e na saída ele me beijando perguntou onde minha Paulinha onde quer encerrar a nossa segunda noite de amor, eu disse em casa na minha cama com vc meu amor, meu querido Ricardo, e voltamos para casa, eu pedi a ele, para me despir ele mais que depressa me tirou o vestido, os sapatos, a lingerie e me deixando nuazinha, disse hoje vc toma a iniciativa meu amor, e eu deitando com ele já despido, comecei a lamber seu pau, era lindo e gostoso, chupei a cabeça, sugando cada pedaço daquela jeba deliciosa, e engoli seu pau e chupava sem parar ele gemia e gritava de prazer e tesão até que disse vou gozar Paulinha, quer tirar da boca, eu disse não quero engolir todo o seu leite meu lindo macho, e engoli, foi difícil, engasguei, mas consegui e lambi tudo até ficar limpinho ele ficou satisfeito e me chupando os seios me penetrou me fazendo gozar muito assim que seu pau ficou duro de novo, foi uma noite deliciosa., pedi a ele que queria tomar seu leite todos os dias, e dormimos de conchinha e a noite sentia ele cutucando meu corpo com seu pau tentando enfiar no meu cuzinho, mas dormimos assim.

Dia seguinte tomamos café juntinhos e depois fui arrumar a casa e ele sempre me ajudando, segundo ele era para eu ter mais tempo para namorar, a tarde depois do almoço ficamos na sala vendo televisão abraçados, estava delicioso receber as atenções do agora meu macho, e ele com muito jeito, me levou para o quarto e la me cobriu de beijos e foi me deixando louca de tesão, e lambeu e chupou meus seios, me deixando molhadinha, lambeu minha buceta me fazendo gozar e seu pau duro não tentou entrar na bucetinha, e me virou de bruços beijando minhas costas, meu rego, e abrindo minhas nadegas, foi lambendo meu cuzinho, ai vi que ele pegou um tubo de ky que estava em suas roupas e passou no meu cuzinho e em seu pau, e logo após senti o calor da cabeça do seu pau forçando a entrada no meu cu, foi um prazer diferente, ele disse amor, vai doer um pouco no inicio, mas logo vai virar um prazer imenso, somente relaxa e eu fiquei esperando quando senti a cabeça daquele pau forçando meu buraco virgem, gemi de dor, mas já tinha entrado a cabeça, ele parou e ficou esperando meu cu se acostumar depois perguntou posso continuar, faça força para fora e relaxa eu assim fiz e senti uma dor insuportável, mas ao mesmo tempo era uma dor gostosa, excitante e deliciosa, mas muito forte e eu chorei de tanta dor, determinado momento não sabia se chorava de dor ou prazer e ainda estava faltando a metade do pau entrar, e ele continuava como um demolidor abrindo meu cuzinho virgem, eu estava quase desistindo, mas pedi enfia tudo de uma vez meu homem, e ele obedeceu eu dei um grito, que até ele se assustou, mas a dor foi superada pelo prazer de me sentir preenchida por aquele pau maravilhoso todo enfiado em minhas entranhas, ai parou por alguns instante, e iniciou uma foda, uma foda divina e eu estava gemendo de prazer, um prazer que nunca pensei que alguém pudesse sentir um dia, o prazer de ser fodida, por um macho, la no fundo de seu cu, foi maravilhoso, ai senti o pau engrossar e expelir no fundo do meu ser, aquela quantidade enorme de leite, que eu acostumei a tomar pela boca e meu cuzinho ficou dolorido, mas satisfeito por ter sido deflorado com tanto amor. Nunca na vida vou esquecer-me da primeira vez que dei o cu, foi à melhor coisa que já me aconteceu e hoje fazemos sexo de todas as formas, diariamente.

Mas se gostarem do inicio e me pedirem conto o restante.

Paula

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
26/10/2016 19:26:53
bom
11/06/2016 11:14:50
adorei uma delicia
10/06/2016 12:53:06
Amei o seu conto.
10/06/2016 12:45:35
conto hetero?
10/06/2016 12:31:54
Nossaeu gostei do conto, seu muito tesão
10/06/2016 11:48:07
Adorei ,conta mais por favor.

Online porn video at mobile phone


Camioneiro nnervoso xsvidiovídeo pornô máximo eletrizante que arrombahistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherpicao no cu arma na cabeça xvideosgero tira sangue do cu sograXvideos gracissecontos de cú de sobrinhaWwwxvideo de desenho popaiquero baixar pornô novinha sentada no sofá completando campainhaconto ertico mej marido e bi adora dar o cu emquanto come bucetaXVídeos mulher que fica enfeitada com travesseiro e dá uma estudadacontos eróticos da esposa pegou a amante na cama e castigouxvideo Dois Idiotas na nega nega já solta espermatozóidenovinha do zap si ezibindo de calcinhacrente safada contosloiras da bunda gigante areganham o cucontos eróticos de mulher sendo encoxadapadrasto dotado tentando fura cuzinho da intisda novinha dormindocontos eroticos comeu a testemunha de jeovairmsa emcoxada no banheiro pelo irmaoXvidecarneamigos heteros brincaram de sexo gey e acabaram se comend9 mesmocontos eroticos A Dama e o Bruto menina já com a priquitinha na calcinha na picinacontoerotico eu namorada mae e tioomem mostra o penis de 25 centimitrocontos eroticos comeu eu minha filha e sublinhabuceta virgem relatos descabacando as irmas gemeasxvideo pornô Mobile pague 2 de mulheres gemendo com o pau atolado até o talo na bucetavidio porno filha da abuceta pro pae com mais 70anoscontoerotico eu namorada mae e tioliberei minha esposa pro cara estourarporno filla brasileira grita e fala pai vo goza mas ele goza com elacasada coroa video fotocorno secretolance francesinha sexo analcontos eroticos machucando a casadinhacontos eroticos meu pai aloha a rola no meu cuzinhotravestis iper avantajados bg coki xvideo14aninhos xotas lizinhacontos eroticos pedindo pra ser cadelaxvideo casada gosa no pau do corno pesando notromarido vira broxa parte 1 pornoPapai rasgou minha bucetinha ainda menina contos de incestoler contos eroticos de padres reaistem muito casal que que quer gozados obedeçam e depois eles acabam se entendendomenina bunduda senta no colo do papai noel para tirar foto e percebe ele com o pau duro na sua bunda xvidioporno mae surpreebdidacumendo a sogra da bunda grade de 35 anosgossno nu cu fa mulecaCasa dos conto .de volta a fazenda agora com um cavalo video de porno imagensler conto erotico de padre reaisConto erotico sou madura e consolo lesbicaContos eu e mamae somos putas do pai e amigos deleContos eroticos de viados maduros que foram deflorados na marraporno incesto filha perguntapai o que e sexo e ele mostracomi a puta do meu tio a forca contorapas da bunda linda dando cu de brusu pro negaoconto eroticosuruba pessadavideos dedadas de negao troncudo ativo em cu de ninfeto gostosobotei gozei tirei gozei soquei gozeiconto gay ele se revoltou e tomou todasespiabno a irma troca de roupa e tranza com ela porno.doidosessentona casada carente de rola fideu com o pedreiro dentro de casaconto erotico minha esposa chora e humilhada a forçacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontoseroticos comi desmaiadacontos eangelica enlouqueceu com linguadaprovocando o cunhado contos eroticossexo torrido e desejoXVídeos novinhas brasileiras pegando pomada no xirieu quero ver mulher excitada sela de cavalo de p*******Conto erotico tirando a roupa no baralho pro tiomulhe vai n caca d vizinha a vizinha nao esta i marido come buceta i cu delavidio caseiro brasileiro rapais cheio de tesao pega sua cunhada resem casada so de calsinha na cosinha e mete a pikcorno manso cafetao contotaxista roludo em caraguatatubacorno arma asawww.pornodoido botao de rosavídeo pornô mulher bola toda agoniada para pica entrando em sua b***** mas não consegue porque a b***** muito apertadabranqinha se esbarra na pica xvconto erótico irmã amamentandocontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornosxvideo negao no branquinho esfoloxvideos. pica. guande. branca2 comedor do pintao sacaneia casada do rabaobucetaaa grande na xiririca