Fudendo com vontade

Um conto erótico de Professora
Categoria: Homossexual
Data: 03/08/2016 00:53:06
Última revisão: 15/08/2016 17:38:36
Nota 9.00

Esses dias uma menina me adicionou no Facebook, veio puxando conversar dizendo que o meu sorriso é lindo, eu me chamo Tati e sou branca dos cabelos compridos e pretos, olhos castanhos, e adoro uma conversa furada, ela veio com um papinho, e fala serio, ela tinha um sorriso lindo, uma cara de quem ia me dá trabalho, ai que quis mesmo, na primeira conversa já rolou uns papos de se pegar, e no decorrer da semana ela mandou uns nudes só pra me deixar com mais vontade ainda, e eu já fiquei morrendo de vontade de comer ela bem gostoso, a gente foi conversando, até que em um final de semana fiquei só em casa, liguei pra ela e perguntei se ela queria passar o final de semana comigo, ela já estava com vontade também, e topou, fui buscar ela, e nossa, logo quando ela entrou no carro, uma morena linda, as fotos não chegavam nem perto dela pessoalmente, o cheiro dela me deixou com mais vontade ainda fui comprimenta-la e aproveitei pra cheirar seu pescoço, e com maldade mesmo eu beijei, senti quando ela se arrepiou, eu sorri e fiquei olhando bem próximo ao rosto dela, mas queria comer ela lentamente, fui bem perto da boca dela, passei a linguá e dei um leve beijo, disse pra ela que ela ia esperar um pouquinho, mas logo logo ia malinar com ela, fomos pra casa, eu tinha comprado umas cervejas, a gente começou a beber, na segunda cerveja quando fui na cozinha buscar, no caminho ela tava sentada na cadeira e eu passei ficando perto dela, ela tava com um batom bem vermelho, eu olhei pra boca dela e então para os seus olhos, e disse que queria muito beijar a boca dela, ela me puxou pra perto dela, e nossa, que boca gostosa, lábios carnudos que eu só pensava em como seria sentir eles na minha buceta, beijei ela bem gostoso, lambendo aquela boca gostosa, brincando com a minha linguá na dela, simulando movimentos que levariam ela a pensar na minha boca lambendo ela, a gente ainda tentou conversar um pouco, se conhecer mais, mas como, a gente sentia uma atração inescapável, que eu propus que fossemos pro quarto, ela levantou prontamente, fomos pro quarto, deitei ela na cama, ela vestia um vestidinho estampado que rasguei todinho Kkk, bem soltinho, ela tinha coxas deliciosas, uma pele morena que brilhava, fui levantando o vestindo, mordendo a sua pele, sua coxa,, passando a linguá, enquanto olhava pra ela, ela parecia gostar da sacanagem de me olhar devora-la, ela estava com uma calcinha minuscula preta, toda dentro da bunda, caralho que aquilo me deixava louca de tesão, fui levantando o vestido, abocanhando aquela barriga, passava os lábios, a linguá, fui para os seus seios, mordi bem de vagar seu mamilo, ela gemeu bem baixinho, se contorcendo, mas eu queria mais, queria deixar ela louquinha de tesão, lambi entre seus seios e fui pro outro mamilo, mordi com mais força, eu queria deixar ela com muita vontade de gozar na minha boca, fui subindo para o pescoço, mordendo e chupando bem gostoso, ela se contorcia todinha, rebolando com os nossos corpos colados, fui pro ouvido dela, e sussurrava, falando que sabia o quanto ela queria ser minha, e que eu ia fazer ela minha mulher naquela noite, ia devorar ela bem gostoso, que queria sentir ela gozar na minha linguá, minhas palavras entravam no ouvido dela fazendo ela se arrepiar todinha, tirei completamente seu vestido, tirei o sutiã, deixei só de calcinha, porque aquela peça em especial eu queria tirar lentamente e com a boca, virei ela de costa, tirei minha roupa e fui tirar aquela calcinha minuscula, abocanhei ainda por cima da calcinha e senti o clitores dela bem durinha, ela com o cuzinho bem empinado me oferecia sua buceta eu afastei aquela calcinha pro lado e meti a lindo naquele rabo, enquanto masturbava seu clitores babei sem seu cuzinho e sentei naquela bunda, e fui até o ouvido dela e falei que ia chupar ela todinha, ela se contorcia, eu já sabia que tava bem meladinha, do jeito que eu gosto de chupar, mas queria levar ela ao delírio, enrolei sei cabelo na minha mão e fui chupando seu pescoço, mordendo, puxava com força, ela sorria com cara de safada, fui rebolando bem gostoso naquela bunda, ela começo a rebolar com força na minha buceta, puxava o cabelo dela, e gemia no seu ouvido, ai que ela rebolava mesmo, ela rebolou tão gostoso que não conseguia parar, ficamos assim eu segurando ela com força, ela rebolo bem mais rapido ate que eu gozei na sua bunda, com as unhas encravadas na sua pele, ela nem precisava falar nada, sabia o quanto ela tava adorando, arranhei sua pele, fui beijando, descendo, abri bem aquela bunda gostosa, e passei a linguá bem na entrada da sua buceta, que tava meladinha, toda lisinha, puta que pariu, só eu sei o quanto uma buceta lisinha me deixa doida, meti minha linguá naquela buceta gostosa, adorava o cheira da buceta dela, tinha um gosto tão bom, ela empinava a bunda oferecendo ela pra mim, para que eu pudesse ter mais liberdade para chupa-la, metia e tirava a linguá, bem gostoso, ela gemia a arranhava meus braços, chupei seu clitores com força ela se contorceu todinha, seu corpo tremia, então ela gemeu bem gostoso e gozou na minha linguá, mas eu estava disposta a acabar com ela aquela noite, ela mal respirava mas, eu não quis parar, chupei seu gozo gostoso, e meti minha linguá na sua buceta, sentia ela pulsar na minha boca, tocava seu clitores com o polegar, e com a outra mão manipulava seus mamilos, segurava seu corpo com o meu, ela gemia tão gostoso que eu não queria parar de senti-la na minha boca, chupei bem gostosa até que ela rebolou forçando seu clitores nos meus lábios e gozou novamente, nossa como gostava disso, fiquei olhando pra ela com os olhos fechados e com a mão no peito tentando achar o ar que tinha perdido, fiquei ali admirando, beijando suas coxas enquanto ela se recuperava, olhava pra ela de um jeito, que sabia que ela entendia que eu não ia parar ali, fui assoprando bem de leve, causando calafrios nela, fui passando a linguá bem de leve, mordia seus seios, voltei ao seu pescoço, e disse que ela tinha se metido em encrenca, pois eu ainda não tinha acabado, ela gemeu com tesão, fui mordendo seu corpo, ate encaixar sua buceta na minha, nossa, nossas bucetas meladas proporcionavam uma sensação muito gostosa, rebolava sorrindo pra ela, tocando seus lábios com os dedos, sentido sua linguá, rebolei com tanta vontade, com tanto gosto que tenho certeza que todos os vizinhos ouviram, rebolei mesmo, fudi aquela buceta com vontade, ate que gozei, fiquei sem ar, sentindo o meu coração batendo forte e deitada sobre o peito dela, nossa, eu queria muito mais daquilo, fui na cozinha pegar água, porque sou um docinho, ofereci para ela, e no copo coloquei gelo com más intenções, beijei sua boca de uma forma bem suave, lambendo seus lábios, com leves mordidas,peguei o gelo e fui passando e beijei seu corpo quente,, beijei seu mamilo, chupei olhando pra ela, passando gelo no seu mamilo, mordi, fui mordendo sua barriga, até chegar no seu clitores, o gelo derreteu rápido pois seu corpo estava muito quente, peguei outra pedra de gelo encaixei minha boca na dela, e passei a pedra de gelo no seu clitores, nossa, ela suspirava, gemia gostoso pra mim, coloquei o gelo na boca e fui pra sua buceta, chupava aquele clitores com o gelo na boca, ela uivava de tesão, o gelo derreteu e eu chupei com mais vontade, meti meu dedo dentro daquela buceta e meti com vontade, entocava com força e deixava aquele clitores dançar na minha linguá, até que ela se tremeu todinha e gozou, chupei seu gozo todinho, fui beijando sua barriga, ate chegar em sua boca, dei leves beijinhos até ela conseguir respirar normalmente, então deitei ao seu lado, pensei que iriamos parar ali, mas ela se deitou sobre meu corpo, beijou minha boca de uma forma forte, que me deixou com tesão na hora, ela segurou minhas mãos e encaixou sua buceta na minha, ela rebolava bem gostoso, seu clitores estava bem sensível, ela rebolava e tremia, ela encaixou seu rosto perto do meu, que minha boca ficou bem perto do seu ouvido, e então eu me aproveitei, enquanto ela rebolava eu fiquei falando ao seu ouvido, o quanto adoraria sentir ela gozar bem gostoso na minha buceta, senti que aquilo fez ela rebolar com mais gosto então não parei, gemia pra ela e pedia por mais, sussurrava pra ela: esfrega essa buceta na minha bem gostoso, me faz tua mulher, ela rebolou com mais força e eu pedindo pelo gozo dela, ela rebolou cada vez mais forte ate que entre gemidos gozamos juntas, nossa que delicia, que foda louca, eu lembro que acabei e não tive força nem pra vestir a roupas, só deitamos uma do ladinho da outra e dormimos, sentindo nossos corpos.

Espero que tenham gostando do meu conto, essa é uma historia real, podeia ser você! me manda um e-mail, quem sabe [email protected] beijos, você sabe onde ;)

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/08/2018 18:29:53
Vc sumiu
10/08/2016 18:38:24
Que tesão, quero muito experimentar um sexo lésbico haha

Online porn video at mobile phone


noviha de jortiho pano leviho no piaoenteada morena da bunda empinada dando ocupadoporque os atores de porno ficam mais tempo enrijecidosassistir uma piriguete trepando pela primeira vez coleirinha e virgemconto erotico gay viado submisso vira femea do negaoconto porno me separei por causa da traicao da minha esposaquero ver o filmes pornos o irmao convecendo a sua irma para foder com ele beijando muito ela ate que ela fica cheia de tesaoxvideo gay.novinho nao aguenta fumo do branquinhoOs maxos batatudos pelados com pinto duro em vai amadorconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretocontos eróticos de i****** irmão f****** a b******** da irmã com sobrinha do ladoleitinho do papai contos gayarrmbei o cuda mamãe/videos pornoviu a fofinha dormindo pelada e arrombou ela pornosexo de concuinha lourasconto erotico sou madura vadiavideo porno eu nao aguetei ver minha irma novinga e gostosa dormindo so di calsinha eu comi o cu virgem dele gozei ladendromaior cu domundo ecoxa ebunda pornoa loira do olho azul me chamou de Zé tacudo e eu falei assim vai tomar no seufotos de homen com short fino dechando a rola sair para foraContos erotico de mulher que gosta de cheira cuecavideos curtos de cunhado fudendo gostoso o cu de cunhada negra brasileiramorena linda tampa a boca do irmao e senta em sua rola enlouquecidapadrasto fazia sexo com as entiadas elas disiso que estava doendonegra de corno escadaloza no pau pretoe pede pro corno olharcalçinhas dentro dos reguinhos da buceta e do cuxvideo porno morena nao aqueta rola do negao faz escadalomae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu choradeslizabdo na rola pornonamorada faz surpresa fc pelada mostra buceta bem gostosaA minha mulher deu asua buceta na cusinhacontos eróticos no YouTube deixei meu filho me comercoesa a loura rabudamulher nega corpo de violao bunda grande pingelo muito grande trazando com travetis negro pica de jumentorelatoeroticomorenaCasa dos contos eroticos aula particularwww.casadoscontos/gayputo.comLearse:D |zdorovsreda.rucontos eroticos casada aguenta 27cm do cacete do vizinho novinhoescravo da esposa scatirmão no Maranhão tentando enfiar o p******** da irmãzinha bem novinha XVídeoseu minha prima e.seu poni dirou meu cabaço contosconto erótico gay fui comido no internatoos erótico sou casada e transei com negão africano mega dotadocontos de marido bem dotado querendo ver a mulher com duas picas no cu e bucetaO que é enfezamento na vaginaPornodoido companheira de quarto matando a vontade da amigavideos sexo mae sem calcinha e de chortinho sovadoxoxota XVídeos tio comprinhaschegou em casa filha foi pro pagode e genro ve mae coroa dormindo e vai elamesmo mete a peca filme pornovideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçaaluno fodendo professor de educacao fisica gay animadoxvideo entiada gozando e perdendo a vidadeMeninas gostosinhas se esfregando em homem quê popozaoeu e minha mae praticamos zoofilia com nosso cachorrocontos feminização forçadaminha filhinha na punheta contoscavalga ai ui mete primo caralho contoconto erotico sou uma cadelinhaconto eroticos lésbico putinha vadia vagabunda piranha fuder tapa na cara buceta xoxotacontos climax. negao roludomulher casada se ensinuando para negao ate ele nao resistirfamilias nua praia de nusdemosConto de sexo entre madrinha e dois afilhadosguei torado desbocado xvideonão sua cabeçuda não Pedro peidorreirofilmes pornodoido marido da sua esppsinha magrinha par a um negrap do pau enorme tora ela ao meioContos eroticos elacareca peladacontos de sexo depilando a sograconto erotico gay cunhadosfis sex com minha visinha xvideo no becoconto erotico eu, minha namorada, minha mae e meu tioconto erótico irmã amamentandopornodoido olhando de binoculosfilhinhas de papai na suite provocando vizinhovídeo de mulher pelada mostrando a b***** tomando banho arreganhando e ficando de quatro fazendo altas posições massaminha filha sentou no meu colo de minisaia conto eroticoestrupador confessando yotubeContos arrombada alunoporno gay contos eroticos primeira vez do menininhocontos eroticos arombada nadpdei promeu dois cachorro nao aguentei conto eroticovesti calcinha contos gaysTirando uma lasquinha do cuzinho da minha filhacomendo a sobrinha de 13 aninho conto eroticosVideos porno curtos marido convence esposa certimha com pintudo