A Irmã Da Igreja

Um conto erótico de Marley
Categoria: Heterossexual
Data: 06/10/2018 13:43:05
Nota 9.82

Bom, esse é o meu primeiro conto, tenho 19 anos e moro no interior da Bahia, tudo começou quando comecei a frequentar a igreja, com 18 anos, eu ia sempre sozinho e voltava tbm, tenho 1,78 de altura, cabelos pretos e encaracolados, a mulher que vou citar se chama Margô, tem 32 e uma bela bunda, grande como um avião e bem desenhada quando usa aquelas saias jeans. Tudo começou quando eu sem querer peguei ela me observando, e de lá pra cá fiquei tarado naquela linda morena de mais ou menos 1,62 de altura, cabelos longos e sempre com um rabo de cavalo preso, com óculos que a deixavam muito sensual, de lá pra cá eu comecei a pesquisar no Facebook, mas nunca achei. Descobri que ela era casada e tinha 1 filho, mas estava disposto a arriscar, estava louco pra meter naquela bela bunda, comecei a me masturbar pensando nela, usando uma foto que tinha tirado dela enquanto ela estava distraída, eram as melhores punhetas que já bati, gozava feito louco, até gritava como um urso, passaram-se 3 meses, a masturbação já não funcionava mais, eu estava disposto a comê-la, percebi que o seu marido não estava indo buscar ela mais, pois a igreja estava comentando sobre o novo trabalho dele (julgavam como benção de Deus), então achei que a minha benção de Deus era aquela, a chance pra acompanhar ela até a casa dela. O caminho era escuro, pouca iluminação, bandido em vários pontos da rua, usando droga, vigiando a polícia, etc... Comecei a olhar fixamente para ela, a sorrir, piscar, e ela retribuía com sorrisos, aí chegou o grande dia, e eu fui falar com ela. Perguntei: "Olá, boa noite! Não deixei de notar seu lindo sorriso lá dentro, fiquei encantado" ela mais uma vez sorriu, eu pensei "caralho, já está no papo", mas ela apenas respondeu um "Obrigado!" Bem seco, mas eu percebi que em nenhum momento ela falou sobre o marido, e eu bem esperto não arrisquei em perguntar pois sabia que ela era casada. Comecei a descer pra igreja mais cedo, pra tentar encontrá-la no caminho, ela já falava comigo e me cumprimentava, eu não parava de olhar pra ela dentro da igreja, apenas pra ela perceber que eu estava interessado nela. O foda é que ela sempre levava o filho de uns 5 anos, e eu tinha medo de falar algo, mas arrisquei e perguntei a ela: "Posso te acompanhar até a sua casa? Fico inseguro de ver uma mulher tão bela andando sozinha nessa rua perigosa, até eu tenho medo KKK" e ela disse: "Claro! Por que não?" Como eu saia primeiro que todos no culto, esperei ela num ponto da rua onde já não tinha mais luz, e ela veio, rebolando aquelas belas pernas, e eu fixei meus olhos na virilha dela, ela percebeu, vi que ela ficou muito sem graça, e o garoto dela não parava de perguntar, e falar sobre o pai... Resolvi perguntar sobre ele, e ela disse que depois do novo emprego ele mal parava em casa, parou de ir a igreja e chegava muito tarde em casa. Eu falei: "Seu marido é um homem de sorte. Vc é uma mulher muito bonita, além de linda sabe como deixar um homem interessado nos seus assuntos." Novamente percebi que ela ficou muito constrangida, notei que a expressão facial dela estava diferente, parecia que estava pedindo pra eu parar de falar aquelas coisas, passamos umas duas semanas indo e voltando juntos da igreja, não deixavamos ninguém nos ver, poderiam surgir boatos da nossa amizade. Finalmente tomei coragem e disse a ela que se ela pudesse ir sozinha para a igreja no domingo, eu a agradeceria pois queria conversar sobre algo muito sério com ela. Ela saiu sem falar nada, mal me olhou, mas no domingo ela estava sem o moleque catarrento, perguntei sobre ele e ela disse ter deixado com a mãe dela, então, falei: "Olha, não vai dar tempo de falarmos sobre isso no caminho pra igreja, vamos para a sua casa? Eu vi que seu marido passou de moto mais cedo com o segurança do trabalho dele" eu confesso que vigiei a casa dela por vários dias kkkk, pra saber todos os horários que ele saia ou chegava, ele sai às 18:00pm e chega sempre às 01:00am. Ela disse: "Vc está maluco? Eu já imagino o tipo de conversa que vc quer ter comigo, sabe que eu sou casada, não podemos, eu não posso levar um homem para a minha casa, oq o povo vai falar? Oq o meu marido vai pensar?" Eu respondi: "ninguém vai ver, eu posso dar a volta no terreno baldio do lado da sua casa e pular o muro pelo fundo, eu tenho que te falar, seu marido não precisa saber, eu prometo a vc que ficará apenas entre nós dois." Ela concordou, e eu estava disposto a chegar lá e atacar ela, beijar ou mostrar meu cacete a ela. Pulei o muro, ela já estava no fundo me esperando. Falei: "podemos entrar" ela virou as costas e passou pela porta, chegando perto da mesa da cozinha, arrastei ela pelo braço, e deu um beijo, longo e molhado, ela estava tentando se soltar dos meus braços, mas não fechava a boca ou parava o beijo, instantâneamente meu cacete ficou feito pedra, começou a latejar, pulsar como o pau de um cavalo quando vê sua égua no cio, e abri a blusa dela, pus minha mão nos seus peitos e comecei a apertar. Tirei meu cinto, a camisa e ela retribuiu o beijo, deslizando a mão pelo meu abdômen, comecei a beija-la pelo pescoço, arranquei a saia dela e vi aquela buceta, um pouco molhada, e super inchada, ela não parava de ofegar, parecia estar cansada, mas tinha parado de resistir, estava se entregando, então, tirei minhas calças e pus meu pau pra fora, ela pôs as mãos neles, e começou a me masturbar, mas não colocou ele na boca mesmo com eu forçando a cabeça dela, ela masturbava feito uma louca, mas em nenhum momento chupou ele, oq me deixou com raiva. Daí ela se deitou na mesa, pôs a calcinha branca de renda pro lado e ficou me olhando, como se estivesse falando "mete ele aqui dentro", não esperei mais que 10 segundos e parti pra cima, coloquei meus 19 centímetros dentro dela, e empurrei, era tão apertada, parecia me puxar pra dentro dela, ela deu um gemido tão intenso, parecia que estava colocando uma criança pra fora, e os gemidos e respirações dela me davam ainda mais vontade de fazer ela gozar, aquela foi a única posição que fizemos na nossa transa de mais ou menos 4 minutos, sem camisinha ou sem nenhuma prevenção. Continuei metendo por cima dela, até gozar, tirei meu pau de dentro e despejei toda a minha porra em cima da barriga dela. Ela pediu pra eu sair da casa dela, não me disse mais nasa, passamos dias sem se falar ou se olhar na igreja. Mas aí... Se a avaliação for boa, eu posto a 2ª parte na segunda-feira. Vcs não vão acreditar no fim dessa história.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/02/2019 15:06:09
Muito bom
11/10/2018 11:12:35
Sensacional.
07/10/2018 21:42:14
Continua
07/10/2018 11:49:13
Tesao de mais louco pela continuaçao
07/10/2018 06:05:47
Gostei. Escreve logo a outra parte.
07/10/2018 06:02:55
Conta logo kkkkkkkk Historia excitante, nota 10
07/10/2018 05:45:17
Então vamos conte a segunda parte pq eu fiquei curioso pra saber o q aconteceu .
06/10/2018 23:28:31
Ótimo, posta o resto da história
06/10/2018 17:12:47
Posta
06/10/2018 14:43:24
Bom
06/10/2018 14:20:15
Simmons, já experimentou transar com muito tesão depois se 3 meses sem comer NINGUÉM?
06/10/2018 14:13:59
4 minutos, tu é borracha fraca

Online porn video at mobile phone


mulheres provocando pedreiros encanadores que vão receber suas casas de casadosyahoo bater punheta cheirando meia do sogroacoxano de pau duro no onibosate quanto centimetros poso colocar no meu cucomida por um cavalo de verdade conto erticocontoerotico eu namorada mae e tioxisvideo mamaes xmamaes lesbicazgostosas deslisando na pica de 30cm youtubeas mulheres mais tratante do pornô de fio dentalver mulhet de sainha rebolando no motelxvideos comedo uma mele buchudavidios caseros de mulheres levando gosada na causinhasprovoquei meu filho vestindo um fil dental video pornopapai me chamou para ir lanchar no shoiping.mentira foi desculpas para ir no motel comigo cumer a minha bucetaempurando ate o talo na bucta peludinha xvvideorelatos erotico cherando a cueca do paisinhozinho.gosano.video.pornocunhada sonhado pegando no pal do cunhadocontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciaContos eroticos de mulheris que so goston de da o cu nao goston de abucetabranquinho super big dotado enfiando o seu pinto até o talões no cuzao da novinha arrombadaporno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.conto eeotico fimoseassistir porno só de irmãde igreja clente das bucetas cabeludasxv homens encoxando em mulheres 2017assestir vidio sexo grupalporno fui deitarmais minhamadrastahoje a bu tá bonita hoje ela Ta Tarada depois que ficou grandinha a blusinha tá tarada taca taca taca bunda taca taca tacacontos roludo arregaçando recem casadinhahttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branqueloputinha. estigou o priminhowww.xxvideo menina colegial mae calvolgandocontos eróticos minha esposa me traiu e gosteicorno e engolidor de rola contoconto dupla penetracao com negraschupeteira do condominio contoscontos eroticos sou safada mostrei meu cu para amiga como estava largoContos amigo do futebolContos jovem faz anal varios homens e cuzinho fica dilatado e dilaceradovideo de sexo com novinha com varios moleque no igarapémenage masculino contoscontos eróticos encesto mae de 35 anos fodendo com seu jovem filho e gozando muitoContos de loiras taradas por mendigos negrosXvideo comeu o cu da sogra bu Cetontrai o meu maridotiraramos a roupa contos lesbicosporno.tem.leite.no.peito.deixemamarcontos eroticos vi meu irmão pelado pela brecha da porta e fiquei esxitada e passei a provoca eleconto erotico nora carenti fudendo cm sogro pirocudofotos de jeba descomunal durasexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoxviseos velhos flagados estrupandopastora das coxas grossas é de onde, seu emailO dia em que fodi a detenta carente e tesudaconto erotico provoquei meu sobrinhomeu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticoquero ver baiano soltando o c* para o negão e gritando que tá doendotexto de mulher quatro mulheres e quatro mulheres se for do mundo assim podendo em uma chupando o pau da ou julgamos o xiri da outrasou puta do meu tio2 comedor do pintao sacaneia casada do rabaomamilos da minha mae contos eroticosqual a posicao que temos que fazer quando damos o anus e para o espesma na escorrer para a vaginaxdvdeos de mulher fudeu com seu marido dormindo ela gosarcontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevideo porno butei no cu dela e rla gritpu dizedno que ia cagarxvvidios so negaisconto erótico gaay sonbra de gaelxvideos ruansafado e a coroa chupanograças a um cano estourado comi minha irmãconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestiver ponei cobrindo poninhacontos da julia gorda soquei rola grossa na gravidanao resiste as investidas do meu genro contoa madastra nao aguenta o casetao do intiado no cuxinho pede arego sexoxvidio decotes da braquinhaconto porno ordenhar tetatrasei com a mae de meu amigo videoconto erodico manege mae paexvideo no cochonete em salvadorvídeo do Bob Esponja possuído que mata um short aqui tchau coisa possuído Entendeu Tchaubaixar pro celular videos novinha gordinha de chortinho dando pro irmao pauzudogero tira sangue do cu sogra